2 de outubro de 2009

ao jantar

Hoje abri o congelador e umas amêijoas vietnamitas disseram-me, num português perfeito, "come-nos". Ora, eu que sou moça bem mandada, saquei das ideias do sr. Bulhão Pato (a quem mando um grande bem-haja) e deleitei-me ao jantar. E que bem me souberam as amêijoas, o pãozinho e um Capri-Sonne MultiVitamin.


Depois de jantar e de arrumar a cozinha vim para a sala dançar e dançar e dançar. Com a vontade que já não tinha há semanas.
Hoje estou a celebrar qualquer coisa - só não sei bem o quê.

Mas sabe bem...

7 comentários:

Maldonado disse...

És uma menina prendada, sim senhora! :)
Estou a precisar duma boa cozinheira como tu... ;)

Cirrus disse...

Na minha terra dizia-se logo: "Oh, oh!! Tá tola!!"

;)

de Marte disse...

Maldonado,
Prendada, eu?!? AHAHAHAHAH!!
Gostava taaaanto que a minha mãe te lesse!!

:)

Não te deixes enganar. Sou preguiçosíssima.

de Marte disse...

Cirrus, na tua terra dizia-se:

"óuó! tá tuola oh carago!!"

Cirrus disse...

Bem, na verdade, está mais perto, mas seria ainda pior...

Cirrus disse...

Mas já que entraste nos ditames da língua portuguesa, vou aqui desfazer um mito que sei que muita gente pensa ser verdade:

Nós, nortenhos da zona do Porto, não dizemos Puerto. E muito menos Puorto.

Dizemos PÚÂRTO! O "o" no Porto não é espanhol (ue) nem prolongado (uo), é bem mais aparolado - ÚÂ!

Por isso é que quando se grita no Estádio do Morcão pela equipazinha local, a letra que mais se ouve é o a sem entoação: Púââââââââââârto!

Portanto, neste caso, seria:

"Úâ, Úâ... Tá Túâla, c'um filho da p#$%!!! Fúâ#$-se

de Marte disse...

"Úâ, Úâ...
Tá Túâla, c'um filho da pamela anderson!!! Fúâsga-se"

BRILHAAAAAAANTE!

(tomei a liberdade de preencher os espaços. Este é um blog familiar de serviço público... Há-que manter os padroezinhos!)

ehehe