24 de julho de 2009

stevie wonder date

A minha amiga que diz que eu sou uma oficina (isto fica para outro dia) foi ter um blind date, uma cafezinho à tarde com alguém de quem só ouviu falar. Um amigo dum amigo. Antes de ir, o telefonema:

Ela - Amiga, estou a ir tomar café com aquele. Aquele que vem cá para me conhecer. O que é que estás a fazer?

Eu - Estou a trabalhar… claro.

Ela - Num sábado à tarde?? Olha, mas eu precisava de ti. Se o gajo não for interessante e eu quiser vir-me embora mando-te uma SMS para me ligares. Assim eu digo que tenho uma emergência familiar e que tenho de ir embora.

Eu - Parece-me péssima ideia. Pelo modo como ele quis conhecer-te logo assim sem mais, já deve estar habituadíssimo a estas rotinas, estas deslocações para conhecer miúdas. E se ele for realmente desinteressante já viu esse filme da “emergência familiar” uma dúzia de vezes. Porque é que não fazemos antes assim: aguentas-te à bronca e bebes o cafezinho todo, uma vez que aceitaste o convite. Capice? Se não querias correr o risco, não alinhavas em blind dates. Sendo interessante ou não, fazes esse bem à humanidade de passar um tempo desinteressado – ouviste? “de-sin-te-res-sa-do” – com alguém. Achas-te capaz disso? E pronto… se realmente achares que ele é muito insistente ou só estúpido, nesse caso mandas-me um SMS que eu ligo. E aí vou eu ter contigo e fazemos o nosso típico “good cop / bad cop”! Ok? Estamos entendidas?

Ela - Ma’am, yes Ma’am.

(a verdade é que o cafezinho durou dezoito horas, das 2pm às 8am. Tudo isto existe, tudo isto é triste… J)

5 comentários:

Maldonado disse...

Este episódio demonstra que nunca se deve ter ideias pré-concebidas do que não se conhece. Logo, devemos sempre avançar patrioticamente de peito aberto ao Desconhecido... ;)
Já agora, foi um café com direito a lanche, jantar e pequeno-almoço. Só resta na saber na casa de quem...

Vani disse...

Tanto medo, tanto medo e depois...18 horas, uauauuu!!!! ;-) comigo já vai em 9 anos ahahahahahah! :D

forteifeio disse...

O efeito que a cafeina pode ter numa pessoa é surpreendente.

Cirrus disse...

Se não tivesse acontecido em Marte, não acreditava. A tua amiga é marciana, certo? É que, se for terrestre, conheço 3 biliões de tipos que lhe faziam o trabalhinho sem blind date nem café nem nada disso.

Deixa lá, sempre deu para rir...

;)

afectado disse...

Os blind dates são como os melões... :)