23 de julho de 2009

A SILLY SEASON já “arrebentou”!


E não é que arrebentou mesmo?

As Festas de Lisboa (e não só) têm chamado por mim.

Os Santos Bipolares em Lisboa passam-me ao lado. La la la… A varina e ó caneco, de mão na cinta ó camandro, a ver se engoles mais uma sardinha e olaré… Não faz muito a minha onda.

(Já se a história meter alhos-porros [e eventualmente facadas], a conversa é outra…)

Então se não vou às Festas de Lisboa, ao menos vou ao encerramento das festas de Lx.

E fui.


Mas primeiro, primeirinho, fui ao Oeiras Alive abanar o capacete e a bunda. Vi os B.E.Peas e o Dave Matthew com a sua fanfarra. Que dizer? MUITO BOM!!! J Grande concerto, o do Dave. É um sinhor, aquele gajo. Não admira que a Alanis andasse a rondar/sondar/farejar o tipo!

Depois deste desaire no Alive... XA-RAN! Jorge Palma & Friends, numa aparição muito à altura de N. Sra. de Fátima, em que quase ninguém acreditava que o Jorginho aparecesse. De qualquer modo como o Museu Berardo estava em festa (já lá iremos) e é mesmo ali ao ladinho, se o Jorge se baldasse, lá ia o povo desafiar as leis da física nas estruturas do CCB. Já aconteceu, numa altura em que não consigo precisar, o Jorginho faltar ao seu concerto e eu ir dar de caras com ele num boteco do Bairro Alto completamente intoxicado… mas muito feliz.


Adiante. O concerto foi muito giro. Mais giro ainda seria se eu tivesse ido a horas para lá e tivesse visto o concerto todo. Começava às 22h. Às 21h30 estava eu a abandonar a cama, com toda a logística necessária para sair de casa: banho, roupa, cabelo, adereços, etc etc etc, ir jantar e depois sim, rumar a Belém.

No fim do concerto do Palma & Outros Artistas uma enchente de jovens-adult(er)os rumou ao CCB onde o tio Bê tinha preparado uma festa muito muito interessante. A música era brilhante (hip-hop old school), o ambiente estava fantástico, muito cool, muito barulhento, havia bares na Praça do museu e no Jardim da Água (o terraço). No Jardim das Oliveiras havia namorados e mais namorados e mais namorados a… namorar. J A noite estava fresca mas isso não desanimava os amantes naquele ambiente propício.


O 2º aniversário do Museu do tio Bê ficou marcado pela festa non-stop das 19h de dia 15 às 19h de dia 16, com tudo e mais alguma coisa que se possa imaginar. Gostei do ambiente, gostei da música, do feeling das pessoas. Vi gente que tinha acabado de viajar espácio-temporalmente de 18 de Agosto de 1969, direitinhos de Woodstock, até Lisboa’09. Com direito a ácidos marados de há quarenta anos.




Passo seguinte: volver a casa que uma pessoa não vive de música, ainda que eu regressasse contrariada, mas como a visita manda e eu sou submissa, vamos lá a isto.

Depois desta madrugada só voltei a ter contacto com música em Porto Covo, no Festival Músicas do Mundo. Destaco Rupa & The April Fishes (e aproveito para dar um puxão de orelhas ao Armani. Sim, ao Gigi, que anda a usar a música destes meninos sem autorização! Ai ai ai o menino mau! Tautau nessas mãos!).

No sábado dividi-me entre o concerto mais pequeno (e bom comó raio) do mundo: Who’s Your Mama Now, no Hotel Vila Park, e uma espreitadela ao FMM Sines. Aqui, de sábado fica a memória de Dele Sosimi Afrobeat Orchestra. Ah, e a entrada à pala. J Graças a Deus, minha mãe e meu papai esmeraram-se na criação (concepção e educação) desta pelintra.

De volta a Lisboa, porque o Alentejo faz-me urticária na retina (e não posso coçar os olhos por causa da gripe A), fui passear na 2ª feira pelo Castelo, Baixa, Bairro Alto, Príncipe Real, e arredores. Jantei num franchise (já me chegava de portugalidade) e, ao ver a agenda cultural, lembrei-me que esta era a semana das Jam Sessions da Lisbon Jazz Summer School. Brilhante! É que é já a seguir! E foi! Vrrrruuuuuum, para o CCB… (Que já começa a ser a 2ª casa…)


Os putos tocam bem pra caraças! E ficavam felicíssimos de cada vez que tocavam a solo e os pais, amigos e dois ou três desconhecidos na sala aplaudiam fulgurantemente. Os heróis pseudo-púberes. Uns queridos. Ah, e tocar numa banda (de garagem ou de CCB, who’s counting?) marca pontos com as miúdas! É garantido!

Para quem não conhece e quer conhecer, amanhã, dia 24/07/2009, às 22h, no Quadrante, CCB.

Jazz Rocks!

J












2 comentários:

Maldonado disse...

Bem, foi um grande programa! :-o
Logo que possa, hei-de pesquisar sobre as referidas bandas. ;)

de Marte disse...

Muy Iluste MAldonado,
Sei que és um consumidor insaciável de cultura. Vai-te a eles! :)