30 de maio de 2010

selvagem

(Cenário: Eu e uma amiga, em minha casa, a preparar o jantar.
Je, armada em esperta, a tentar fazer uma das minhas célebres piadas)


Digo, a pensar no adjectivo "selvagem", da rucola: Sabes?, acho que sou como a rúcola desta embalagem...

Amiga [2 segundos de reflexão]: Lavada e pronta a comer?!


:)

10 comentários:

jardinsdeLaura disse...

Claro... como qualquer selvagem!

Mulheka disse...

A tua amiga é a minha próxima heroína lol

Vani disse...

LOOOOOOOOOOOOOOOOL que amiga! =D

Maldonado disse...

E porventura tal está longe da verdade? :)

afectado disse...

seres lavadinha é muito importante!

de Marte disse...

jardinsdeLaura,
como é que sabes, hein? ;) espertinha... eheheh

de Marte disse...

Mulheka,
ela é o máximo. Só diz parvoíces, mas vêm todas do coração. Por acaso ias gostar da peça...

de Marte disse...

Vaniiiiii (que saudades, pah)
;) E não é que eu gostei muito mais da versão da minha amiga do que da minha?! "lavada e pronta a comer" era lindo para ter num cartão pessoal...

de Marte disse...

Maldonado,
porventura até não está não senhor; bem observado.
É tãaaaaao bom ser-se assim, prontinha para o bem-bom, a toda a hora... ;)
Eheheh. É parvo dito assim, mas sabe bem na mesma...

de Marte disse...

Afectado,
se é!!
Eu até sou meio viciadona nos banhos e nas limpezas corporais. Ui, e o banho à gato?? Pro!!! ;)
(isto hoje está bonito, está...)